Por que o governo Yeda não faz a sua

parte na crise do coureiro-calçadista

O setor Coureiro-Calcadista do RS,entre 2004 e 2006, perdeu 14,4% dos seus empregos, enquanto nos demais estados, somados, eles cresceram 3,6%. Foram perdidos 24,5 mil postos no estado, enquanto nos demais aumentaram em 8 mil. Se o início de 2007 ensejou alguma estabilização para o RS, com o aumento de 2,6 mil postos de trabalho no setor até abril, para os demais estados foi só uma continuidade de crescimento, com mais 13,8 mil trabalhadores. Um crescimento de 6% em relação a 2006, frente a apenas 1,8% do RS.

Como o câmbio é o mesmo para todos os estados brasileiros, algo de diferente acontece no RS, além de ser o maior exportador. As explicações podem ficar em torno da busca dos fabricantes pelo trabalho 'mais barato' dos estados nordestinos ou da guerra fiscal entre os estados. Estes são fatores externos às condições e à vontade política do estado.

Mas há também razões de ordem interna, de responsabilidade do estado, como a restrição imposta pelo governo gaúcho aos créditos de ICMS dos exportadores. O governo Yeda é omisso em ter políticas de desenvolvimento local e agrava ainda mais a crise no setor pela falta de uma política social para aqueles que perderam seus empregos.

As ações do governo Olívio Dutra de inovação, extensão e cooperação nos arranjos e sistema locais de produção, foram relegadas a um terceiro plano nos governos seguintes. O governo Yeda tem desprezado a capacidade técnica, industrial e até mesmo cultural que fez do calçado gaúcho uma referência nacional e internacional. A ausência do governo Yeda na formação de políticas de desenvolvimento local são determinantes no agravamento social e econômico da região dos Sinos e de seus trabalhadores e trabalhadoras .

Uma política de desenvolvimento local poderia até não ser suficiente para superar os prejuízos advindos do câmbio sobrevalorizado ou da guerra fiscal, mas com certeza fortaleceria o setor coureiro-calçadista para atravessar esta nova adversidade, preservando a renda e os empregos dos gaúchos.

 

 

Publicado em 01/06/2007 às 17:52

Dionilso Marcon

Compartilhar

Deputadas Estaduais

Stela Farias

Líder da Bancada

Stela Farias

Miriam Marroni

Vice-líder Partidária

Miriam Marroni

 

Deputados Estaduais

Edegar Pretto

Presidente da Assembleia Legislativa

Edegar Pretto

Luiz Fernando Mainardi

Vice-líder da Bancada

Luiz Fernando Mainardi

Tarcísio Zimmermann

Líder Partidário

Tarcísio Zimmermann

Endereço: Praça Marechal Deodoro, 101/506 - Porto Alegre-RS - Fones: (51)3210-2913 (Bancada) e (51)3210-1123 (Imprensa)
ptsul@ptsul.com.br

Projetado, desenvolvido e mantido pela coordenadoria da Bancada do PT/AL-RS

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Adaptada